X
  • Categoria
  • Marcas
  • Faixas de Preço

463 produtos foram encontrados nesta categoria">
Ordenar por:
463 produtos foram encontrados nesta categoria">

Saiba Mais Sobre os Instrumentos Cirúrgicos.

Os instrumentos cirúrgicos são ferramentas essenciais para uma série de profissionais que trabalham na área da saúde. São responsáveis por realizarem em conjunto, procedimentos mais invasivos.

Antes de comprar e fazer presquisas de preços , vamos falar um pouco deste tipo de material.

Desse modo, a diversidade aqui se faz necessária para que sua aplicação seja sempre eficiente. Além disso, é importante se certificar de que cada um deles está em boas condições.
Portanto, esse artigo vai de deixar por dentro de tudo sobre os instrumentos cirúrgicos. Acompanhe os principais componentes desse grupo, bem como suas funções. Vamos lá.

Instrumentais para Diérese


Esse termo é referente ao processo de corte e dissecação de tecidos. Os elementos desse grupo são os bisturis, tesouras, trépano, entre outros que desempenham essa função.

Instrumento Cirurgico Bisturi


Ele é considerado a melhor ferramenta para esse tipo de tarefa. Isso porque o corte dela é muito preciso, o que é fundamental para os procedimentos cirúrgicos.
Além disso, a maioria deles é formado por um cabo que sustenta a colocação de lâminas. Essas últimas costumam ser sempre descartáveis. Desse modo, os quesitos de higienização são mais respeitados.
Ainda, os cabos desses instrumentos são sempre separados por números. Assim, o tamanho da lâmina utilizada é diretamente proporcional, ou seja, quando menor a numeração, menor a lâmina que ele comporta.
Então, os bisturis tradicionais são os nº 3 e nº 4. O primeiro é designado para incisões mais delicadas. Existem ainda, o que se chama de bisturi elétrico. Ele é próprio para cortes teciduais, conduzindo uma corrente sobre os mesmos e possibilitando que haja precisão no processo.

Tesoura Cirúrgica


Como é esperado, e de acordo com o primeiro, ela é um dos grandes instrumentos cirúrgicos de corte. Sua diversidade de tipos permite que elas possam ser aplicadas em momentos distintos, a depender da situação apresentada.
Assim, ela funciona muito bem para atividades como corte de materiais orgânicos, gazes, fios, borrachas, plásticos, entre outros. Também em procedimentos de disvulsão elas são sempre requisitadas.       
Portanto, elas podem ser pequenas médias ou grandes. E ainda, curvas, retas, delicadas ou fortes. Suas lâminas costumam ser simples ou com características serrilhadas. Já suas pontas, ou são rombas, pontiagudas, ou até mesmo, uma mistura dessas duas coisas.
Além disso, existe um tipo chamado de METZENBAUM. Elas são específicas para cortes mais delicados, como por exemplo, em cavidades. Ainda, causa menos danos aos arredores, tendi em vista que sua porção afiada é mais curta que as das demais.
Uma outra variação são as tesouras MAYO. Elas são mais indicadas para uso em tecidos mais grossos. Funcional tanto em superfícies ou cavidades e em cortes de fios em geral. Ela é mais traumática que a última aqui citada.

Instrumentais para Hemostasia


Eles são utilizados para conter um episódio de sangramento, mais conhecido como hemostasia. A diversidade de pinças aqui se justifica pela quantidade de situações diferentes na qual o profissional precisa lidar.
Também, essas indicações variam de acordo com área na qual se está atuando e com a real necessidade de quem está recebendo o tratamento. Por isso, acompanhe quais são as pinças mais famosas.

Instrumento cirúrgico pinça de Halsted


Um dos instrumentos cirúrgicos mais recomendados para estancar sangramento em vasos menores. É bastante comum no ramo veterinário, já que é eficiente nos procedimentos realizados em pequenos animais.
Suas características são bem peculiares. Ela possui uma espécie de conjunto de ranhuras na sua ponta. Ainda, pode ser achada em tamanhos grandes, médios e pequenos. Suas pontas costumam ser retas ou curvas.

Pinça de Kocher


É comumente chamada de dente de rato. Esse termo é referente a sua capacidade de prender tecidos com muita eficiência, geralmente superando as das demais pinças.
Assim, ela é um instrumento bastante agressivo, sendo o seu uso, sempre avaliada por um profissional qualificado. Aqui, as ranhuras também estão presentes. No entanto, elas se encontram na parte mais interna da ponta.
Além disso, seus tamanhos são dos mais variados, podendo ser curvas e até mesmo retas. Esses tipos de forma alguma afetam a eficácia final dessa pinça. Desse modo, todas elas precisam ser manipuladas com muito cuidado.

Instrumento cirúrgico Pinça de Kelly


Bastante similar a de Kocher, esse modelo é recomendado para situações na qual deslizamentos não podem ocorrer de forma alguma. Assim, ela prende muito bem as estruturas.
Então, assim como todas as três, seus tamanhos e curvaturas podem ser distintos. E ainda, as ranhuras aqui estão posicionadas por toda a região preensora da pinça.

Ferramentas de exposição


Aqui estão os afastadores e os instrumentos mecânicos. Sua função primordial é afastar os tecidos. Assim, toda a parte anatômica fica exposta, bem como os chamados órgãos adjacentes.

Afastador de Farabeuf


Esses são específicos para distanciamento de pele e subcutâneo. Além disso, ele pode ser usado em músculos, contanto que os mesmos estejam posicionados em planos mais superficiais do corpo.

Instrumento Cirurgico: Afastador de Langenbeck


Ele apesar de ter um formato completamente diferente, exerce as mesmas funções do afastador anterior, o de Farabeuf. Ele é mais longo que esse último, possuindo um cabo para melhor empunhadura e ainda, consegue chegar em planos mais profundos.

Afastador de Doyen


Esse é um dos instrumentos cirúrgicos que possuem maior capacidade de afastamento. Seu formato é bem parecido com o de Farabeuf, tendo uma capacidade bem maior que ele. Geralmente usa-se em procedimentos na região do abdômen.

Afastador de Volkmann


O modelo mais diferenciado de todos três. Ele possui garras na área curva, lembrando a figura de uma mão. Isso porque ele foi feito para dar mais precisão ao segurar os tecidos. Só é utilizado nos músculos.

Afastador de Balfour


Utilizado para a parede do abdômen. É bem reforçado e possui uma lâmina curva que é apoiada em um braço com característica deslizante. É uma peça relativamente grande e bastante eficiente.

Espátulas


Elas são lâminas adaptáveis. Isso faz com que elas sejam bastante requisitadas em diversos momentos em operações. As principais são, a maleável, a de Reverdin e a de Deaver.

Outros tipos de instrumentos cirúrgicos


Existem outro conjunto enorme de ferramentas que são manuseadas em cirurgias. Como já foi possível perceber, cada um deles pode possuir diversas configurações. Acompanhe agora alguns outros objetos que são ainda mais específicos.

Serra elétrica


Apesar de soar estranho para algumas pessoas, esse é um dos instrumentos cirúrgicos mais comuns nessa área. Ela é do tipo lâmina oscilatória e utilizada para secção do esterno.
Assim, ela é recomendada para procedimentos na região do crânio. Com ela, é possível acessar locai mais complexos como a massa encefálica. Claro, seu manuseio pode exigir um pouco mais de preparo que os dos demais aqui abordados.

Trépano


Uma espécie de furadeira elétrica especial. Sua função é perfurar o que se chama de calota craniana. Isso é feito através dos seus componentes as brocas e as fresas.

Pinça para pressão óssea


Muito similar a um alicate, ela é utilizada no processo de mobilização dos ossos. Ambas as suas pontas possuem uma série de pequenos dentes, o que permite que seja um instrumento bastante resistente e eficaz. Além disso, ele possui várias dimensões diferentes.

Espéculo vaginal


Ele é formado por duas lâminas articuladas. Elas são retas e acanaladas, fazendo com que a vagina se abra, expondo o colo do útero. Apesar de ser bem específico, ele é uma das ferramentas bastante utilizadas em vários procedimentos ginecológicos.

Cureta de Sims


São hastes bem longas acopladas a cabos de sustentação. Suas extremidades possuem uma lâmina com formato curvilíneo. Utilizado em situações que requerem a raspagem do endométrio.

Pinça de Cheron


É uma peça bastante comprida. Suas pontas tem uma configuração diferente das demais pinças citadas nesse artigo. Elas são côncavas e destinadas a assepsias na região do útero e vagina.

Pinça Hartmann


Fora a parte de sustentação, toda a sua ponta é longa e inclinada. Sua principal função é remover qualquer corpo estranho presente no corpo do indivíduo ou animal.
Pronto, ao fim dessa leitura você conhece vários dos instrumentos cirúrgicos existentes. Cada um deles possuem mecanismos distintos e devem sem sempre manuseados por pessoas qualificadas.

Precisa comprar instrumentos cirúrgicos de qualidade ? Não deixe de consultar nossa equipe de vendas !